segunda-feira, janeiro 31, 2011

Como se já não bastasse ter ouvido Taylor Swift para, de alguma maneira, ter alguém que compreenda a minha melancolia, tive que me torturar com O Despertar da Mente que foi um excelente, mas devastador filme para o meu estado de espírito.


 



2 comentários: